Assumi de uma vez por todas a minha paixão por vinhos, e que já vem de longa data.
Há algum tempo tenho tido o interesse e a oportunidade de fazer cursos, estudar bibliografias nacionais e estrangeiras de renomados especialistas no assunto, e participar de eventos de degustações e harmonizações de vinhos.
Recentemente pude visitar a Itália, onde tive a grata satisfação de consumir vinhos de altíssima qualidade em todas as refeições (sim, tomei vinho no café da manhã, no almoço e no jantar todos os dias da minha viagem). E pude visitar e me encantar com uma conceituada vinícola produtora de Chianti Classico (e também de azeite extra vigem de sabor inigualável, e que eu trouxe para casa, claro).

Em breve farei um post só para falar dessa visita à vinícola na Toscana.
Eu já havia antes visitado duas vinícolas no Chile (Concha Y Toro e Undurraga), e me interessei ainda mais com essa imersão ao mundo dos vinhos italianos, um dos melhores do mundo ao lado dos vinhos franceses, na minha modesta e sincera opinião.
De lá pra cá a minha paixão e curiosidade por essa bebida tão especial só aumentaram. 

E não podia mesmo ser diferente. 

Surgiu daí a necessidade de estudar e me aprofundar ainda mais, de levar esse hobby a sério, e de registrar, do meu ponto de vista e ao meu modo, tudo que estou a descobrir e aprender sobre o mundo dos vinhos. 

E de registrar também os vinhos que estou a consumir em casa, em cursos, restaurantes ou eventos, de modo formal ou informal, e de registrar os pratos que faço para harmonizar (sim, compartilharei as minhas próprias receitas aqui de quando em quando, se der certo…).


Este prato aí embaixo deu super certo 🙂


Penne Ubriaco

Pretendo registrar também as minhas experiências com os diversos cursos, eventos, lojas de vinho e inclusive com os Somelliers que tenho tido o prazer de conhecer nessa jornada, e que me ensinam mais e mais a cada dia sobre o fascinante mundo dos vinhos.

É tanta informação, mas tanta informação, que eu precisava mesmo começar a registrar.
Enfim, este será um espaço aberto e despretensioso para falar de tudo e sobre tudo de vinho.
Tentarei preparar ao menos um post por semana, recheado de informação.

Espero que gostem 🙂


Vino di Tavola em Florença
E àqueles que consomem vinho eventual ou até raramente; àqueles que acham que vinho tinto só combina com dias frios e que deve ser bebido no fim da noite; e que vinho branco ou rosé “não tem graça”, bem, aos que assim pensam, fica aqui a minha tentativa de aguçar ao menos um pouco a curiosidade dessas pessoas para ingressarem, ainda que de leve e brevemente, no mundo desse líquido mágico, enigmático e vivo.

E brindemos ao vinho!!!
Anúncios