Você sabia que 60,5% da produção total da Borgonha, na França, é de vinho branco, e a maioria é feito com a uva Chardonnay?

Dado interessante, não?

Dentre os chamados “Borgonhas Brancos”, merecem destaque os vinhos Pouilly-Fuissé, Appellation d’Origine Contrôlée (AOC) produzidos nos municípios de Fuissé, Solutré-Pouilly, Vergisson e Chaintré, localizadas na sub-região Mâconnais, e que tem a Chardonnay como única variedade de uva.

pouilly-fuisse-map

A área costumava ser conhecida simplesmente como “Pouilly”, mas quando as leis AOC foram introduzidas, há 80 anos, em 11 de setembro de 1936, foi dividida em três Sub-regiões: Pouilly-Fuissé, Pouilly-Loché e Pouilly-Vinzelles.Pouilly-Fuissé é a parte mais conhecida do Mâconnais, mas não há vinhedos Premier Cru dentro dessa AOC porque os produtores locais não aplicarem para receber essa denominação quando a legislação estava sedo regulamentada e a AOC Pouilly-Fuissé estava sendo criada.Apesar da falta de classificação oficial dentro da AOC, alguns Climats e Terroirs dentro de Pouilly-Fuissé tem melhor reputação do que outros, e essa diferença aparece no preço do vinho.

Costuma apresentar coloração amarelo claro, notas fragrantes de frutas de caroço e florais, saboroso e levemente cremoso e untuoso em boca, com uma  textura rica e persistente e que mostra uma discreta e bem integrada influência de carvalho.

Excelente Chardonnay, em um estilo completamente diferente dos vinhos produzidos em Chablis!

E para quem aprecia esse autêntico Borgonha Branco, sorte nossa, porque estes vinhos são vendidos em média por muito menos do que os vinhos brancos da Côte de Beaune rumo ao Norte da Borgonha.

Se encontrar esse vinho por aí, não deixe de apreciar. Pra quem gosta de um bom exemplar de Chardonnay elegante, com mais corpo e estrutura, vale muito a pena 🙂

Anúncios