Uma da regiões mais antigas da Itália, Abruzzo é a quinta maior região produtora de vinhos no país, conhecida principalmente pelo vinho tinto Montepulciano d’Abruzzo DOC, produzido com a uva Montepulciano, e também pelo vinho branco Trebbiano d’Abruzzo DOC, feito com a uva Trebbiano.

Para se ter uma ideia, a produção anual de vinhos da região de Abruzzo é duas vezes maior que a produção da famosa região da Toscana, muito embora Abruzzo tenha cerca de metade da área de vinhedos cultivados.

O vinho tinto Montepulciano d’Abruzzo é o símbolo da região de Abruzzo, e também é um dos vinhos italianos mais comercializados em todo o mundo em razão da excelente relação qualidade e preço.

Até pouco tempo atrás o Montepulciano d’Abruzzo era rotulado como “vinho tinto de preço baixo amigo da pizza”. Felizmente vários produtores têm investido e conseguido mostrar o potencial surpreendente desta uva produzindo vinhos de qualidade superior e que são melhor apreciado após 4 ou mais anos de envelhecimento.

A uva Montepulciano, que dá origem aos vinhos tintos dessa região, é a segunda uva tinta mais plantada na Itália, depois da Sangiovese.

Tem cor rubi intensa e profunda, baixa acidez e taninos doces, dando ao vinho delicado aroma frutado e leve acidez, que faz com que seja bom se consumido ainda jovem mas que também pode ser degustado com 5 até 10 anos de vida.

A imagem abaixo ilustra bem os aromas de ameixa vermelha, orégano, cereja azeda, amora e alcatrão, bem como as características básicas (níveis de fruta, corpo, tanino, acidez e de álcool) que podem ser esperados de um vinho feito com Montepulciano:

E a denominação do vinho muda de acordo com o percentual mínimo da uva Montepulciano na bebida:

  • Montepulciano d’Abruzzo DOC (mínimo de 85% ); 
  • Montepulciano d’Abruzzo Colline Teramane DOCG (mínimo de 90%); e 
  • Controguerra Rosso DOC (mínimo de 60%)

Por ser um vinho de corpo médio e de acidez média a alta, combina uma gama ampla de alimentos e pratos. No entanto, os sabores de ervas e tabaco com tanino aderente combina bem como alimentos mais ricos, mais salgados e gordurosos. 

Por isso a fama (merecida) de vinho amigo da pizza!!! Eu eu aproveito, claro!!!

Se ainda não conhece esse vinho, vale a pena conhecer. Eu particularmente gosto bastante, especialmente para acompanhar as refeições.

Anúncios