Os meus queridos vizinhos de Condomínio Claudio e Marisa estiveram recentemente no Uruguai, e ao saberem que eu também havia estado por lá, convidaram-me para tomar um vinho, contar as novidades e compartilhar as nossas experiências e impressões sobre aquele lindo e agradabilíssimo país, que tanto nos surpreendeu.
Bem, ontem eu fui.
Eu levei um vinho Uruguaio para degustarmos, por supuesto!
Escolhi o Bouza Merlot Tannat, produzido pela Bodega Bouza, em Montevideu, feito com 70% da uva Merlot e 30% da uva Tannat, e que eu comprei na minha longa visita à Bodega no último Sábado.
Vinho feito a partir de uvas cultivas em vinhedos maduros, com idade entre 35 e 45 anos, nas regiões de Las Violetas e Canelones, com produção de 46 HL/HA ((hectalitros por hectare). As uvas são colhidas e selecionadas manualmente, grão a grão, fermentadas à temperatura controlada de 26°C, com maceração com 2 remontagens por dia (para misturar o suco com as cascas das uvas e dar mais sabor e corpo ao vinho, o suco que fica por baixo é bombeado para cima das cascas, que ficam por cima) durante a fermentação. Esse vinho foi classificado pela vinícola como Crianza, por ter tido amadurecimento (estágio) de 50% em tanques de carvalho francês e 50% em barricas francesas.
Apresenta cor rubi de média intensidade, aromas de ameixa, marmelo e floral de violeta, bastante harmonioso e agradável na boca, com final de média persistência. E depois de algum tempo aerando na taça, os aromas ficaram mais adocicados.
Vinho muito bom, gente. Delicioso, com a suavidade do Merlot perfeitamente quebrada, e na medida certa, pela rusticidade do Tannat de excelente qualidade que está sendo cultivado naquele país.
E entre uma conversa aqui, um gole ali, um petisco acolá, a noite seguiu seu rumo, de forma agradabilíssima.
Anúncios