Continuando a série sobre o mundo do vinho em números, recheada de gráficos e estatísticas sobre o vasto mundo do vinho, falaremos agora dos países que são os maiores exportadores de vinho.

E a Itália, uma das maiores produtoras ao lado da França e da Espanha, tem reinado absoluta quando o assunto é exportação!

De acordo com as estatísticas do ano de 2014, a Itália apareceu na primeira posição, como a grande exportadora de vinhos em volume para o restante do mundo, seguida da Espanha e da França:

top-10-wine-exporting-countries-2015
Fonte: Italian Wine Central

No ano de 2013 já não havia sido diferente, tendo sido apontada a Itália como o maior país exportador de vinho em volume, em escala mundial, seguida então pela França e da Espanha, que naquele ano aparecia na terceira posição. E no quinquênio anterior, período de 2008 a 2013, a situação havia sido exatamente a mesma:

state-of-world-vitiviniculture-situation-33-638
Fonte: Slide Share

O cenário muda, contudo, se deixarmos de considerar os índices de exportação por volume e passarmos a considerar os índices de exportação por valor econômico, quando então a Itália perde a primeira posição para a França. líder do ranking nesse segmento, seguida da Itália e da Espanha:

state-of-world-vitiviniculture-situation-32-638
Fonte: Slide Share

Ao menos aqui no Brasil essa estatística reflete perfeitamente bem a realidade, pois a maioria dos vinhos da Europa a que temos fácil acesso nos supermercados e na maioria das lojas, especializadas ou não, provêm mesmo da Itália, da Espanha e da França.

É bem verdade que aqui no Brasil achamos alguns vinhos do Porto e vinhos Verdes provenientes de Portugal, mas não são nem de longe a maioria.

Também é verdade que achamos muitos vinhos chilenos e argentinos à venda por aqui, mas isso se deve em grande parte à proximidade desses países com o Brasil, e é possível que a nossa percepção de um grande volume de exportação de vinhos por esses países não encontre correspondência no restante do mundo.

Anúncios