Já foi para Itália e quer ir de novo?

Está de malas prontas indo pela primeira vez?

Ou ainda está só sonhando em poder ir algum dia?

Então junte-se a nós nessa viagem pelas delícias da culinária regionalizada e dos vinhos da Itália Central, que abrange as regiões da Toscana, Umbria, Abruzio, Marche e Lazio:

divisoes-da-italia

Como eu já havia dito no artigo que inaugurou esta série, Viagem Enogastronômica pelo Norte da Itália, por lá é tudo muito regionalizado, e o que é produzido e consumido em uma região não é visto e em outra.

Vale a pena, então, conhecer os vinhos e os práticos típicos de cada região, a fim de bem aproveitar  o que a Itália Central tem de melhor a oferecer.

TOSCANA:

Toscana!!! Ahhhhhhhh, Toscana!!!

Temas de tantos filmes, que inspira romances e romancistas. É lá que fica a linda e aconchegante Florença, berço do Renascimento, cidade natal de Dante Alighieri, com a sua Ponte Vechio, seu Castelo Vechio e os seus muitos Museus. Cenário de obras renascentistas de Michelangelo, Leonardo da Vinci. Giotto Botticelli, Rafael Sanzio, Donatello e outros tantos…

E ainda tem Pisa, e tem Siena…

Essa região é a terra dos venerados vinhos Brunellos de Montalcino DOCG e dos deliciosos Chiantis Classicos (aqueles com o selo do “galo nero” na garrafa):

galo-nero

É a terra dos elegantes e sofisticados vinhos Bolgheri (os “Super Toscanos”, os “vinhos fora da lei”), que evoluem com grande complexidade, feitos principalmente com uvas francesas, com preço elevado e disponibilidade limitada (Sassicaia, Ornelaia e outros “aias”, Guado ao Tasso, Grattamaco):

super-toscanos

E é lá que nos deliciamos com o Vin Santo, vinho doce feito com uvas passificadas simplesmente delicioso, inigualável, e que por lá é consumido com os biscoitos “Cantucci”, super secos e amendoados. Nem tente comer um “Cantucci” sem molhar no Vin Santo. Ou em uma taça de vinho quente, daquele que a gente compra nas feirinhas locais… eu fiz isso e adorei 🙂

vin-santo-e-cantucci-ii

Não sabe que vinhos provar e comprar? Prove todos. Compre todos.

Toscana é a terra da culinária sóbria, sem exageros, genuína e refinada, baseada em peixes e frutos do mar, carne, ovo, legumes, castanhas, cogumelos e batatas, e também à base de pão rigorosamente sem sal.

É a terra da famosa Bisteca alla Fiorentina, servida mal passada mesmo (não tente mudar isso), deliciosa, de dar água na boca:

 bisteca-alla-fiorentina

É onde se come Acquacotta, Cacciuco alla Livornese, Trippa alla Fiorentina e Papa al Pomodoro:

Papa al Pomodoro.jpg

Onde se comem as sobremesas Ricciareli di Siena e Panforte di Siena:

panforte
UMBRIA:

Umbria é a terra de pratos simples e naturais, feitos com produtos da estação cozidos no vapor ou assados, aromatizados com azeite de oliva extra-virgem, com destaque para a Trufa Negra de Norcia, as batatas, os queijos e a lentilha di Castellucio di Norcia e dos saborosos embutidos de Norcia.

Onde se comem as massas Pasta alla Norcina (foto abaixo) e Umbricelli in Salsa Trasimeno:

pasta-alla-norcina

ABRUZZO:

Terra dos vinhos Montepulciano d’Abruzzo DOCG. Os melhores vinhos têm cor intensa, fruta deliciosa, boa acidez, taninos maduros e firmes. Qualidade variável, mas sempre com boa relação entre preço e qualidade. O Colline Teramane é considerado o rótulo de melhor qualidade dessa denominação.

É a região onde fazem as famosas massas Maccheroni alla Chitarra:

maccheroni-alla-chitarra

E finalmente, MARCHE:

Região de cozinha tipicamente refinada e elaborada, com predominância de peixes e frutos do mar no espeto e sopa na zona costeira, e carne de porco e de javali, com a qual se faz o prosciutto e a porchetta, na zona interior. É a terra da Azeitona Ascolane, azeitona frita típica de Ascoli Piceno.

E repito aqui o melhor conselho que eu já recebi, e que eu acho que posso passar adiante: prove os pratos típicos de cada região com os vinhos locais. Essa combinação não vai ter erro. E na Itália, como os italianos: seja tradicional e prove os Vinos di Tavola nos restaurantes.

Por ora é só, e espero que tenha gostado!

Mas se ficou interessado e quiser conhecer mais sobre as delícias desse país incrível, leia o artigo sobre Enogastronomia do Norte da Itália e em um próximo artigo abordaremos os comes e bebes títpicos do Sul da Itália e seus cenários paradisíacos.

Não perca!!!

Anúncios